08 nov

7 dicas de como escolher as cores para o site

Pode até parecer fácil, mas escolher as cores ideias para um site não é uma tarefa simples. Quer um exemplo? Você já ouviu falar na psicologia das cores? Segundo ela, as diferentes tonalidades são poderosas, ou seja, podem fazer com que alguém saia do seu site tão rápido quanto entrou. Além disso, transmitem sensações e são capazes de fazer com que alguém se sinta tão bem em sua página a ponto de fechar uma compra. Por isso, listamos 7 dicas de como escolher as cores para o site da sua empresa e vender ainda mais. Boa leitura!

O poder das cores

As cores mexem tanto com emoções e sentimentos, que são capazes de fortalecer uma marca no mercado. Prova disso, é que, segundo estudos recentes, os consumidores julgam inconscientemente um produto nos primeiros dois minutos após o primeiro contato. Só que em até 90% dos casos, isso é feito apenas pela cor. É incrível, não é?

Cada uma delas transite uma sensação. Por exemplo, o vermelho tem o poder de aumentar a frequência cardíaca e chamar a atenção. É muito usado por empresas de alimentos e serviços de emergência, por exemplo. Mas não cai bem quando o assunto é natureza, certo? Por isso, é extremamente importante ter cuidado na hora de selecionar as cores que vão representar sua marca e fazer parte do layout do seu site.

7 dicas de como escolher as cores para o site

Mas, então, como escolher as cores ideias para um site? Para ajudá-lo nessa importante decisão, listamos 7 dicas. É importante lembrar que não há regras, mas sim algumas recomendações que se aplicam a maioria dos casos. Confira!

1. Use as mesmas cores da marca no site

Provavelmente você já tenha um logotipo. Se sim, procure usar as mesmas cores e seguir um mesmo padrão. Dessa forma, será mais fácil identificar que se trata da sua empresa. Sabe quando passamos o olho por uma propaganda e somente pelas cores já sabemos quem é o anunciante? Essa identificação é importante para reafirmar sua marca.

2. Pesquise sobre as cores

Antes de “bater o martelo”, faça uma pesquisa sobre as cores. Busque entender qual delas é mais indicada para o seu tipo de mercado e, principalmente, quais são as sensações que elas transmitem. Assim, você aumentará as chances de escolher as cores ideais.

3. As cores devem ser apropriadas para seu público

Algumas cores são mais aceitas por determinados públicos. Por exemplo, preto dificilmente é usado por uma loja de bebês ou você lembra de alguma loja feminina usando azul? Descubra quais delas são mais apropriadas para o nicho de mercado que você trabalha ou pretende atingir.

4. Evite muitos contrates

De uma maneira geral, é sempre uma boa ideia evitar grandes contrastes. Por exemplo, a combinação do azul com  vermelho e amarelo, em tons vivos, pode ser bastante cansativa e fazer com que o visitante feche o navegador antes mesmo de ler o título da página.

5. Prefira poucas cores

Poucas cores são facilmente combinadas, tornam o ambiente mais “clean” e não distraem o visitante. Uma paleta simples pode conter cores neutras como o branco, preto ou cinza, mais duas ou três cores, podendo complementar com diferentes tonalidades.

6. Busque harmonia entre as cores

As cores precisam ter harmonia entre elas, ou seja, jamais escolha de maneira individual. Ao selecionar as cores, sempre as coloque lado a lado para avaliar o efeito que formam juntas. Essa é uma dica fundamental para tornar o ambiente agradável, bonito e, consequentemente, atrair mais visitantes.

7. Peça ajuda profissional

Faça testes, pergunte a opinião das pessoas, mas também não deixe de consultar um profissional sobre o assunto. Pessoas especializadas na criação de websites possuem conhecimento e experiência suficientes para ajudá-lo a escolher as cores para o site da sua empresa.

Entre em contato com a IABA e peça um orçamento. Disponibilizamos de profissionais capacitados e com muito bom gosto para deixar o site da sua empresa atraente e ajudá-lo a vender mais!

Não perca nossas novidades

Assine nosso blog e receba novidades diretamente em seu e-mail.

Deixe Seu Comentário